17/04/2020 às 12h24min - Atualizada em 17/04/2020 às 12h24min

Uma voz na escuridão

Você também está em um isolamento autoimposto?

Juliana Barbosa - Editado por Bruna Araújo
“Uma voz na escuridão” é uma história de suspense escrita pela autora norte-americana Sandra Brown, que aborda a vida da jornalista Paris Gibson, envolvida em um caso de assassinato, na qual a motivação para o crime foram conselhos dados por ela durante as madrugadas em um programa de rádio.
 
Paris Gibson era uma jornalista de sucesso em uma conceituada emissora de televisão, até que um trágico acontecimento virou seu mundo de cabeça para baixo. Depois de anos de culpa e solidão, Paris não trabalha mais em frente às câmeras, e sim em uma estação de rádio no qual usa a sua voz para se conectar com os ouvintes durante as madrugadas.
 
Corroída pela culpa, vive isolada na cidade de Austin, no Texas (EUA), relacionando-se vagamente apenas com seus colegas de trabalho, o faxineiro Marvin e Stan, sobrinho do dono da rádio. Em seu isolamento autoimposto, a personagem não consegue se perdoar por seus erros e acredita merecer ser castigada pelas escolhas do passado, que resultaram na morte de seu noivo.
 
Acostumada a viver nas sombras, Paris se vê frente a uma nova tragédia, quando um dos seus fiéis ouvintes, Valentino, liga para o seu programa e atribui a culpa pelo término de seu relacionamento a Paris e seus conselhos, afirmando que irá matar sua companheira.
 
Sem saber o que fazer, a jornalista se vê em meio a uma investigação policial para desvendar os mistérios que cercam a ameaça de assassinato junto a Dean Malloy, aquele que deveria ter sido seu padrinho de casamento, mas ao invés disso, foi o responsável pela morte de Jack Donner, o noivo da jornalista.
 
Paris é uma personagem que não soube lidar com os acontecimentos do passado, e por isso, não se relaciona com outras pessoas por medo que suas ações machuque aqueles que ama. O fato de estar sempre só, faz com que esteja sempre se culpando. Quando se vê diante de uma nova tragédia, passa a se culpar mais ainda, aumentado sua aflição e reforçando a ideia de que deverá passar o resto de sua vida sozinha.
 
"Uma voz na escuridão" é um livro de suspense que reúne diversas temáticas que se desenvolvem e se entrelaçam, trazendo grandes significados à resolução da história apresentada por Sandra Brown. 
 
A personagem representa o terrível costume que nós seres humanos temos de não lidarmos diretamente com as consequências de nossas escolhas. Foi necessário estar frente a outra tragédia para que finalmente pudesse enfrentar seu passado e se permitir viver outra vez.
 
Sandra Brown é uma escritora que desperta a curiosidade do leitor nas diversas tramas que desenvolve, provocando diversos sentimentos conflituosos aos leitores que tentam entender os enigmas que a autora propõe durante o suspense.
 
"Uma voz na escuridão" traz à tona as consequências que os traumas podem causar na vida das pessoas e como o isolamento autoimposto pode ser prejudicial no enfrentamento dos dilemas individuais de cada sujeito.
 
A situação atual no qual estamos inseridos, nos faz questionar o fato de estarmos isolados da sociedade, e as diversas mudanças que estão ocorrendo no mundo todo em razão da pandemia da Covid-19, que já causou a morte de mais de 200 mil pessoas em todo o mundo. 

Pandemia
 
A Covid-19 é uma doença infecciosa causada pelo novo coronavírus, identificado pela primeira vez em dezembro de 2019, em Wuhan, na China. O contágio se dá a partir do contato com outra pessoa que esteja infectada. A doença pode ser transmitida de pessoa para pessoa por meio de pequenas gotículas do nariz ou da boca que se espalham quando uma pessoa com COVID-19 tosse ou espirra.

Essas gotículas podem pousar em objetos e superfícies ao redor da pessoa – como mesas ou celulares  -aumentando o risco de contágio, pois o vírus permanece na superfície desses objetos por até 72 horas podendo ocorrer a contaminação caso alguém toque neles. É por isso que é importante ficar a mais de 1 metro de distância de uma pessoa doente.
 
A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem recomendado aos países que adotem medidas a fim de conter a proliferação do novo coronavírus como o uso de mascaras, distanciamento de 2 metros de cada pessoa ao circular nas ruas, higienização das mãos com água e sabão sempre que possível ou utilizar o álcool em gel quando não puder lavar as mãos. As medidas são para evitar que o vírus se propague e diminua o número de infectados. 
 
Infelizmente, muitas famílias foram afetadas economicamente pela quarentena adotada em todos os estados brasileiros, o que pode tornar o isolamento social bem difícil, despertando sentimentos de ansiedade e insegurança.

 
Assim como Paris de “Uma voz na escuridão”, muitas pessoas já se impunham um tipo de isolamento social antes da pandemia do novo coronavírus, se privando de conviver em sociedade. Para estas pessoas, ter que reaprender a conviver, pode ser um grande desafio.
 
Sendo assim, é muito importante que estejamos preparados para dialogar com as pessoas que possuem mais dificuldades para se relacionar, para que o isolamento seja o menos prejudicial possível.
 
Enfim, “Uma voz na escuridão” é uma história envolvente cheias de mistérios que nos mostra que sempre é possível se arrepender e tentar outra vez.
 
E não se esqueçam, estamos todos juntos contra o novo coronavírus, e se puderem #fiqueemcasa.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »