13/06/2020 às 15h38min - Atualizada em 13/06/2020 às 15h38min

Organização de Tóquio 2021 enfrenta dificuldades para confirmar estruturas de instalações

Vila dos Atletas e centro de mídia estão entre os locais que ainda não foram garantidos pelos organizadores

Dara Oliveira - Editado por Paulo Octávio
Toshiro Muto, CEO DE TÓQUIO 2021, em entrevista realizada em março. Foto: Reuters/Issei Kato/Pool
Os organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio anunciaram na última sexta-feira (12) que 80% das instalações previstas para a realização do evento já foram concluídas. Entretanto, obras extremamente importantes para o evento não foram finalizadas. Dessa forma, a Vila dos Atletas e o Centro de Convenções de Tóquio (destinado aos profissionais da imprensa) ainda são dúvidas. Segundo declarou Toshiro Muto, CEO de Tóquio 2021, o grande desafio está sendo conseguir novos acordos com empresas privadas, que antes do adiamento do evento, haviam concordado com o plano de assumirem as estruturas após a realização dos Jogos. Contudo, com a mudança de data, as empresas recuaram na decisão e dificultam  novos acordos.
 
Com nova prevista para os dias 23 de julho e 8 de agosto de 2021, a Olimpíada de Tóquio deve contar com 43 locais para acomodação de atletas, mídia, organização, entre outros. A Vila dos Atletas é uma das acomodações que ainda permanece sem acordo para ser utilizada em 2021. Além disso, o Centro de Convenções de Tóquio está entre as estruturas que ainda não foram garantidas pela organização.
 
Jogos Simplificados 
 
Os responsáveis pelos Jogos de Tóquio em 2021 já declaram que a realização do evento será feita de forma simplificada e não terá “grande esplendor”. De acordo com os organizadores, já existem mais de 200 ideias que visam, sobretudo, tornar o evento mais simples e com custos reduzidos. “Para simplificar os Jogos, precisamos revisar e ouvir as federações internacionais, comitês nacionais, emissoras e parceiros. Essas partes interessadas precisam agir em uníssono para garantir Jogos Simplificados”, afirmou Toshiro Muto. 
 
Situação da Covid-19 em Tóquio
 
Durante a pandemia do novo coronavírus, Tóquio foi uma das cidades que não chegou a adotar medidas rígidas de isolamento social. Sendo assim, com a queda no número de infectados, desde meados de maio o governo já começou a reabertura gradual das atividades. Entretanto, um novo alerta surgiu nesta sexta-feira com aumento do número de infectados. Na ocasião, foram anunciados 25 novos casos de contágio por covid-19 em Tóquio. Um dia antes, outros 22 casos foram confirmados. Uma das medidas adotadas pelo Governo de Tóquio, tendo em vista a reabertura gradual, é de que a média de novos contágios da doença não se estenda além dos 20 casos diários. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »