24/06/2020 às 22h58min - Atualizada em 24/06/2020 às 22h09min

Há 34 anos, Maradona marcava o "Gol do Século"

O feito ocorreu na vitória por 2 x 1 sobre a Inglaterra na Copa do Mundo de 1986

Eduardo Rodrigues Alves - Editado por Paulo Octávio
"La Mano de Díos" Foto: Getty Images


Na última segunda-feira (22), o “Gol do Século” completou 34 anosFoi nesse dia em 1986 que Diego Armando Maradona, marcou dois gols históricos contra a Inglaterra. O primeiro foi o famoso “La Mano de Díos”, em que o baixinho superou o goleiro com um soco na bola. Já o segundo foi um golaço em que ele driblou todo English Team. Tudo isso em jogo válido pelas quartas de finais da Copa do Mundo de 1986, no México.

O jogo teve ingredientes de rivalidade devido a Guerra das Malvinas, que ocorreu entre os dois e 14 de junho de 1982, nas ilhas Malvinas, ilhas Geórgia do Sul e Saindwich. Curiosamente guerra aconteceu no mesmo período da Copa da Espanha. No conflito, ingleses e argentinos disputavam a posse dos arquipélagos austrais das Malvinas. O Reino Unido saiu vencedor e continuou com o domínio do território.  649 soldados da Argentina morreram no conflito; um ano após a derrota caiu que a ditadura local.

“LA MANO DE DÍOS” E O “GOL DO SÉCULO” 

Até as quartas de finais, “El Pibe”, apesar das boas atuações, havia marcado apenas um gol, no empate por 1 x 1 com a Itália na primeira fase. Contudo, no jogo contra a InglaterraMaradona apareceu de vez. Em jogo realizado no dia 22 de junho de 1986, no estádio Azteca, na Cidade do México, com quase 115 mil pessoas. Dom Diego fez uma de suas melhores partidas na carreira.

Logo no início do segundo tempo, Maradona carregou a bola pelo meio, driblou três marcadores. Após o passe, o zagueiro Steve Hodge, tentou afastar a bola. Entretanto, “El Pibe” no auge dos seus 1,65 m, deu um pulo e marcou o gol com a mão esquerda. No fim da partida, ao ser perguntado sobre o tento, o camisa dez disse ter marcado “um pouco com a cabeça e um pouco com a mão de Deus”. E nomeou o feito como “La Mano de Díos”.

Posteriormente, Diego recebeu no meio-campo e enfileirou a seleção inglesa. O craque driblando seis adversários, inclusive o goleiro e marcou um golaço,que foi eleito como o “Gol do Século” e o “O gol mais bonito da história das Copas do Mundo”. Na eleição realizada através da internet, durante a Copa do Mundo de 2002 pela Fifa, esse tento desbancou o do inglês Michael Owen (Inglaterra x Argentina em 1998) e o de Pelé (Brasil x Suécia em 1958).  

O “Gol do Século”, foi analisado pelo físico Marcos Duarte em uma reportagem do  Esporte Espetacular, em 2014. Segundo o físico, Maradona percorreu 55 metros em sete segundos a uma velocidade média de 29 km/h. Normalmente, os jogadores percorrem em média de 9 a 12 km por jogo. Além disso, o argentino deu 11 toques na bola e a conduziu sempre próxima; a no máximo dois metros de distância dos seus pés. 

Após o jogo histórico, Dom Diego encerrou a Copa de forma espetacular. Ele fez outra grande partida contra a Bélgica, nas semifinais. O meia marcou os dois gols da vitória -- o segundo ao estilo do feito contra a Inglaterra. Ao todo, Diego fez cinco gols e deu cinco assistências no torneio em uma das maiores atuações de um jogador em Copas do Mundo. 




 Melhores momentos de Argentina 2 x 1 Inglaterra canal: RptimaoTV

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »