09/11/2020 às 18h46min - Atualizada em 09/11/2020 às 18h30min

Eduardo Coudet pede demissão e deixa o comando do Internacional

Líder do Brasileirão e classificado na Libertadores e Copa do Brasil, argentino não resiste à crise interna e deixa clube gaúcho depois de 11 meses

Stephanie Kaminski Baptista - editado por Wesley Bião
Coudet deixa o Inter com um aproveitamento de 61,5% e sem vencer nenhum Gre-Nal (Foto: Reprodução)

Eduardo Coudet pediu demissão do Internacional nesta segunda-feira (9) por causa de uma série de conflitos internos com a direção do clube. O técnico argentino tinha contrato com o clube até o final de 2021, mas considera insustentável a sua permanência no cargo e seu possível destino seria o clube espanhol Celta de Vigo.

 

Depois de perder peças importantes do time como Guerrero, Boschilia e Saravia por conta de lesões graves, o treinador passou a demonstrar incômodo com a falta de respaldo da direção colorada em relação aos pedidos de reforços para dar continuidade a temporada. Em coletivas, Coudet deixou claro que considerava o elenco do Inter limitado para a quantidade de competições que disputava.

 

O executivo de futebol do clube, Rodrigo Caetano, chegou a rebater o treinador argentino na coletiva pós-jogo de Inter x Atlético-GO pela Copa do Brasil, exaltando o elenco “extremamente qualificado” montado pelo clube para a temporada de 2020.

 

Com a relação desgastada entre o treinador e a direção, ainda no domingo, Coudet se reuniu com a diretoria, depois do empate em 2x2 contra o Coritiba, no Beira-Rio, para comunicar o desejo de deixar o clube e assumir o Celta de Vigo, da Espanha.

 

Marcelo Medeiros, presidente do clube e o vice Alexandre Chaves Barcellos, oficializaram a saída do treinador nesta segunda através de uma coletiva realizada às 18h. 

 

“Nós, em nenhum momento, pensamos em ter um novo técnico em 2020 ou 2021. O projeto Coudet começou em 2019, quando o Inter pagou a multa rescisória ao Racing. Acreditando em um projeto de longo prazo. Ontem, depois da coletiva, fomos surpreendidos com o pedido (de demissão)”, declara Medeiros.

 

Questionado em relação aos pedidos de reforços do treinador, o vice Alexandre Chaves declarou: “Acho que, atendemos, em partes, os desejos do treinador por reforços. Ele mostrava ambição, mas por outro lado, tínhamos um problema financeiro grave que limitava demais o nosso poder de negociação no mercado.”

 

Abel Braga, ídolo colorado pelas conquistas inéditas da Libertadores e do Mundial pelo Inter em 2006, é especulado como novo treinador do clube. Porém, Medeiros nega que tenha entrado em contato com o treinador brasileiro e garante que “o novo técnico terá contrato até o fim das competições”.

 

Enquanto o clube busca um substituto para o cargo de Coudet, o treinador do time sub-20, Fábio Matias, comandará os treinos do colorado com o auxílio de Cristiano Nunes e Caíco. Inter segue na preparação para o jogo de ida contra o America-MG, na quarta-feira, pelas quartas de finais da Copa do Brasil.


Líder do Brasileirão e classificado para as fases eliminatórias da Libertadores e da Copa do Brasil, Coudet deixa o comando do Internacional após 11 meses no cargo. Ao todo soma 46 jogos, 24 vitórias, 13 empates e nove derrotas, apresentando o aproveitamento de 61,5%. Não ganhou nenhum dos seis Gre-Nais que disputou.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »