10/11/2020 às 00h52min - Atualizada em 10/11/2020 às 00h46min

Cruzeiro empata com o Guarani e mantem sequência de jogos sem derrotas

Time mineiro não perde há sete partidas, mas não consegue avançar na colocação

Ludmilla Dias - editado por Wesley Bião
Com jogo movimentado, Bugre marca três e sobe na tabela. (Foto: Alessandra Torres/AGIF)
Nessa segunda-feira (9), Cruzeiro e Guarani jogaram pela 21ª rodada da série B do Campeonato Brasileiro, no Mineirão. Ambos precisavam da vitória para subir na tabela, o que garantiu um jogo movimentado e com seis gols - três para os donos da casa e três para os visitantes. Com o empate, a equipe mineira completa sete partidas sem perder, mas precisa vencer os próximos jogos para ficar longe da zona de rebaixamento. “Não foi o que a gente queria. O empate foi bom, pelo que o jogo representou. Agora vamos focar no próximo jogo dentro de casa. Fico feliz com a chance que o Felipão vem me dando de representar um time grande como o Cruzeiro.”, disse Welinton em entrevista ao Premiere.

A Raposa está com 24 pontos e ocupa o 15º lugar, já o Bugre soma 25 e subiu para 13º. Mas nessa sexta-feira isso pode mudar, já que o Brasil de Pelotas venceu o vice-líder Cuiabá, por 3 a 0, no último domingo (7) e vai enfrentar a Ponte Preta.

Antes da partida começar, os quatro árbitros e os capitães de cada time posaram com uma faixa de alerta contra a violência contra mulher. O debate deve ser levado para todos os locais e esferas sociais, inclusive dentro de campo. Na semana passada, o Cruzeiro se manifestou contra a sentença do caso Mariana Ferrer, na qual o empresário André de Camargo Aranha foi acusado de estuprar a influencer de 21 anos, em 2018, mas foi inocentado por "falta de provas que sustentasse a acusação". Por meio das redes sociais, o clube publicou a seguinte mensagem: “Estupro é estupro! Em qualquer lugar. Em qualquer situação. Chega de violência contra a mulher. Para denúncias, ligue 180”. 
 
 

















Jogadores e árbitros levam faixa com dizeres sobre a violência contra a mulher (Foto:Alessandra Torres/AGIF)

PRIMEIRO TEMPO

Só no primeiro tempo foram quatro gols. Murilo Rangel abriu o placar para o Guarani aos 14 minutos. Em seguida, na cobrança de escanteio ao lado esquerdo, Régis mandou a bola em direção ao primeiro poste, Manoel aproveitou e fez gol de cabeça, empatando para a Raposa

Os paulistas pressionaram e quase marcaram, mas Manoel evitou. Foi apenas aos 38 minutos que Pablo Diego acertou em cheio a rede de Fábio e marcou o segundo gol do time visitante. Com 44 minutos de partida, Cáceres chegou à linha de fundo e cruzou em direção ao primeiro poste pelo lado direito. Gabriel Mesquita tentou afastar o perigo e acabou mandando a bola direto para William Pottker, que garantiu mais uma vez, o empate para equipe mineira.
     
SEGUNDO TEMPO

Aos cinco minutos, Murilo Rangel marcou o terceiro gol do Bugre. No período entre os nove e onze minutos, William Pottker cometeu duas faltas: uma contra Geovane e outra em Bidú. O atacante levou cartão amarelo em ambas, o que resultou no cartão vermelho.

Mesmo com um jogador a menos, a equipe de Luiz Felipe Scolari manteve o ritmo e aos 36 minutos, Welinton, que entrou no lugar de Régis, marcou o terceiro gol.   
 
Estatísticas:
Posse bola: 56% Cruzeiro e 44% Guarani
Cartão amarelo: William Pottker- dois (Cruzeiro), Cristovam (Guarani)
Cartão vermelho: William Pottker (Cruzeiro)
 
PRÓXIMOS CONFRONTOS

Na próxima rodada, os dois times entram em campo dia 20/11. O Cruzeiro recebe o Figueirense, no Mineirão. Enquanto o Guarani enfrenta o Botafogo-SP no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »