28/05/2021 às 15h55min - Atualizada em 28/05/2021 às 15h47min

EUA confirma veracidade de vídeos de OVNIS por equipamentos militares

Isabela Mello - Editado por Manoel Paulo
Imagem: Reprodução/Marinha dos EUA
Depois de 50 anos escondendo esse segredo, o governo dos Estados Unidos veio a público divulgar imagens oficiais que seus equipamentos militares capturaram, ao longo dos anos, de OVNIS (Objetos Voadores não Identificados). Há vídeos de 2004 e 2015 sobre esses objetos voadores não identificados, além de relatos de pessoas que testemunharam o fenômeno.

O primeiro vídeo divulgado de 2015, feito por pilotos de caças da Marinha dos Estados Unidos, mostra um OVNI com formato semelhante a uma nave, se movendo e girando no céu. No mesmo ano, um piloto americano de outra esquadrilha flagrou um desses objetos voadores não identificados e conseguiu colocá-lo em sua mira, mesmo com o objeto se movendo extremamente rápido.

No ano passado, mais dois vídeos foram reconhecidos pela Marinha como sendo oficiais. Em uma filmagem de 2004 aparece um OVNI se movendo próximo ao mar e logo em seguida sumindo, como se tivesse caído na água, mas nada foi encontrado depois. Em outro registro, sem data definida, vários objetos em forma de triangulo são identificados no céu.
 
Depoimentos de testemunhas

O militar aposentado Sean Cahill, em 2004, testemunhou um desses fenômenos quando estava a bordo de um porta-avião: “Eu vi entre cinco e sete luzes no céu fazendo uma formação e elas se moviam em direção ao centro num sentido anti-horário.” O militar não acreditava no que estava vendo e confirmou com o resto do grupo em que estava se todos viam a mesma coisa, recebendo resposta afirmativa.

Na época, aviões caças foram mandados atrás do OVNI e descobriram que o objeto não tinha asas, hélices ou formas de propulsão que pudessem detectar. Segundo Cahill, a velocidade em que ele arrancou voo, transformaria um tripulante em geleia.  
 
O que dizem os Estados Unidos

O senador Martin Heinrich disse para o TMZ, site de fofocas, que acredita que os objetos parecem avançados demais para terem origem humana e o Congresso deveria investigar a fundo suas origens. Além disso, afirmou que se houvesse algum país com poder aeronáutico tão grande, os Estados Unidos saberiam.Outro senador do país, Marco Rubio, disse que os OVNIS apresentam uma ameaça à segurança dos EUA e deve ser investigado e considerado um assunto sério.

Por outro lado, em entrevista ao programa The Late Late Show, o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou que haviam vários registros oficiais como esses, mas que os objetos não possuíam um padrão de voo que pudesse ser explicado facilmente.

Todas essas imagens foram reconhecidas pelo Péntagono, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos, e desafiam explicações científicas. O governo americano tem uma força-tarefa só para estudar esses fenômenos, a Unidentified Aerial Phenomenon Task Force (Força-Tarefa de Fenômeno Aéreo Não-Identificado, em tradução livre) e já afirmou que vai publicar mais informações sobre os objetos voadores não identificados no mês de junho. O relatório virá a público por orientação da UAPTF porque dados desse tipo devem ser divulgados dentro de 180 dias após a aprovação da inteligência do país e em junho esse prazo acaba. Além disso, ele também é amparado pela Lei de Liberdade de Informação, no qual obriga o governo a divulgar documentos de caráter sigiloso.

O dossiê será importante para esclarecer algumas coisas e desmistificar outras. O fato de haver objetos voadores não identificados pelo céu, não significa que há vida alienígena na Terra, podendo ser apenas balões ou coisas mais simples. Segundo o ex-diretor da Inteligência Nacional, John Rathclife, fenômenos assim acontecem em todo mundo e, as vezes, há casos em que não existem uma boa explicação para o que foi visto.  

(Os vídeos podem ser vistos aqui e aqui).
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »