02/09/2021 às 00h39min - Atualizada em 02/09/2021 às 00h35min

Líder, Brasil pega o Chile para ficar mais perto da Copa

Após a perda do título da Copa América, seleção brasileira busca manter os 100% de aproveitamento pelas Eliminatórias

Toninho Pessanha - labdicasjornalismo.com
Chile quase eliminou o Brasil na Copa de 2014 e venceu a seleção nas Eliminatórias da Copa de 2018 (foto:Getty Images)
O Brasil enfrenta o Chile nesta quinta-feira (02), às 22h (horário de Brasília), em confronto válido pela nona rodada das eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, no estádio Monumental, em Santiago. A seleção brasileira, após perder o título da Copa América para a Argentina, vai buscar forças para voltar a trilhar no caminho das vitórias. A surpresa é que o Tite não contará com  Richarlyson, Gabriel Jesus e Roberto Firmino, pois os clubes da Inglaterra não os liberaram.

O Brasil é líder do torneio com  18 pontos e 100% de aproveitamento, já muito próximo da vaga no Mundial de seleções. Já o Chile está em sétimo com seis pontos, a dois pontos da Colômbia, quinta colocada -- que hoje disputaria a repescagem contra uma equipe da Oceania --  e a dois pontos e uma vitória a menos que o Uruguai, atual quarto colocado, que tem vaga direta.

CHILE 

A seleção chilena convocou 28 jogadores para os próximos três jogos do país nas eliminatórias. Em um vídeo no ritmo de rock, o perfil da federação nacional no Twitter comparou os jogadores com os interpretes e chamou essa sequência de partidas de "Tour de La roja", que começa na capital do país justamente contra a equipe do Tite.

Três relacionados pelo técnico Martin Lasarte  atuam no Brasil são eles: Isla (Flamengo), Palacios (Internacional) e Vargas (Atletico-MG). Como os jogos dos times que cederam atletas foram adiados, eles não serão desfalques.

Possível Chile: Bravo, Isla, Medel, Maripan (Paulo Diaz) e Mena; Erick Pulgar, Aranguiz e Vidal; Eduardo Vargas, Meneses e Ivan Morales.
Técnico: Martin Lasarte.

BRASIL

A seleção brasileira seguiu viagem na tarde de quarta-feira (1) para a primeira partida da data FIFA de setembro das eliminatórias da Copa do Mundo. Antes do embarque, o técnico Tite participou de uma coletiva de imprensa e comentou sobre o elenco ter estreantes e como o sentimento de vestir a amarelinha contagia dos mais aos veteranos do futebol. Sobre o torneio classificatório,Tite ressaltou a importância de um setor de criação mais efetivo, destacou essa zona como uma prioridade. Na linha de trás, o comandante admirou a solidez defensiva, mas não descartou a possibilidade de utilizar três zagueiros.

Sem Firmino e Gabriel Jesus, os dois principais ataques do futebol brasileiro que atuam no país, Huck e Gabigol, poderão atuar juntos.

Possível  Brasil: Weverton, Daniel Alves, Marquinhos, Militao e Guilherme Arana; Casemiro, Gerson, Lucas Paqueta, Neymar; Hulk e Gabigol.
Técnico: Tite

HISTÓRICO DE CONFRONTOS 

Brasil e Chile se enfrentaram em 73 jogos. Até o momento foram 51 vitórias para a seleção canarinho, 14 empates e oito vitórias de La Roja, segundo o Footstats. O Brasil marcou 165 gols nos confrontos; enquanto os chilenos, 61.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »