22/01/2022 às 15h02min - Atualizada em 22/01/2022 às 14h46min

Deiveson Figueiredo tenta retomar cinturão dos moscas no UFC 270

Evento conta também com a unificação do cinturão peso pesado entre Francis Ngannou e Ciryl Gane

Igor Oliveira - labdicasjornalismo.com
Primeiro evento numerado do ano traz duas disputas de cinturão em suas lutas principais. Divulgação UFC
O UFC 270 sediado em Anaheim, nos Estados Unidos, neste sábado (22), traz duas disputas de cinturão em suas lutas principais. O brasileiro Deiveson Figueiredo tenta retomar o título do peso mosca  após ter sido finalizado pelo mexicano Brandon Moreno em junho do ano passado. Já o camaronês Francis Ngannou faz sua primeira defesa de cinturão ao tentar unificar o título dos pesados contra o francês Ciryl Gane, campeão interino da categoria.

Além de Deiveson, o evento contará com a presença de mais três brasileiros: Saimon Oliveira, Raoni Barcelos e Michel Pereira. Rodolfo Vieira e Wellington Turman também estavam escalados para lutar no card, mas os médicos do UFC vetaram a participação de Rodolfo na madrugada de sexta-feira, com isso o confronto foi cancelado. Outra luta cancelada foi entre os pesos penas Ilia Topuria e Charles Jourdain, pois Topuria foi vetado pelos médicos na manhã de sexta. Apesar das baixas, todos os lutadores bateram o peso de suas categorias e com isso as demais lutas estão confirmadas.

Lutando pela primeira vez no card principal de um evento numerado do UFC, o brasileiro Michel Pereira se mostra bastante confiante para 2022. Segundo o paraense, a expectativa é lutar pelo menos três vezes esse ano e se colocar como potencial desafiante ao cinturão do peso meio-médio no ano que vem:

 
"Esse ano, eu estou com um plano de fazer umas três ou quatro lutas. Penso em lutar no Brasil dia 7 de maio. Ganhando essa luta, eu já penso em pedir para lutar em maio, porque eu quero lutar mais vezes. Para essa temporada, a primeira coisa é entrar no ranking, e depois ir pegando os melhores da categoria. E, com essas quatro lutas, chegar ali no cinturão. É o que eu penso. Em 2023, eu já estar ali para disputar o cinturão. Eu penso que 2022 vai ser o meu melhor ano”, disse, Michel Pereira em entrevista para a Ag Fight.

Em busca de recuperar o cinturão do peso mosca, Deiveson Figueiredo mostrou confiança durante toda a semana e aproveitou para provocar o atual campeão durante a entrevista coletiva que ocorreu na última quinta-feira. O “Deus da Guerra” chegou a falar que Brandon Moreno estava com medo dele por saber que ele sempre volta mais forte de uma derrota e que irá nocautear o mexicano.



Por outro lado, Brandon Moreno não reagiu às provocações de Deiveson. Em entrevista para o Canal Combate ele falou sobre como é lutar três vezes consecutivas contra o mesmo adversário: “Estou pensando no Figueiredo desde 2020! É louco, tenho que ser sincero, estou cansado, porque quando vou comer, penso no Figueiredo; quando vou treinar, penso no Figueiredo, sempre estou pensando em como vou vencê-lo na próxima luta,” revelou Moreno.

Protagonistas do evento principal da noite, Francis Ngannou e Ciryl Gane mostraram muito respeito durante toda a semana. Em sua primeira luta desde que nocauteou Stipe Miocic para conquistar o cinturão, Ngannou revelou que esperou muito tempo para se tornar campeão: “Eu estava pronto para este momento há muito tempo, por isso estou aqui. Você não chega aqui para estar pronto, você fica pronto antes de chegar aqui. Você não acorda e vira campeão, você se prepara e vira campeão,” afirma o campeão.



Ciryl Gane, que também faz sua primeira luta após conquistar o cinturão interino, declarou que por mais que se orgulhe do que já conquistou, o verdadeiro objetivo é  o cinturão linear: “Isto é maior, muito maior. Eu tenho muito orgulho do cinturão interino, mas não é o melhor, por isso quero fazer isso. Este é o último passo, a prova final, e quero zerar o jogo.”

CARD PRINCIPAL (0h, horário de Brasília):
Peso-pesado: Francis Ngannou x Cyril Gane
Peso-mosca: Brandon Moreno x Deiveson Figueiredo
Peso-meio-médio: Michel Pereira x André Fialho
Peso-galo: Cody Stamann x Said Nurmagomedov
Peso-meio-médio: Michael Morales x Trevin Giles

CARD PRELIMINAR (21h, horário de Brasília):
Peso-galo: Raoni Barcelos x Victor Henry
Peso-meio-médio: Jack della Maddalena x Pete Rodriguez
Peso-galo: Tony Gravely x Saimon Oliveira
Peso-leve: Matt Frevola x Genaro Valdez
Peso-palha: Silvana Juarez x Vanessa Demopoulos
Peso-palha: Kay Hansen x Jasmine Jasudavicius

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »