25/06/2020 às 14h10min - Atualizada em 25/06/2020 às 13h44min

Retorno do Campeonato Cearense poderá ser antecipado

Clubes se preparam para retorno das competições

Mariana Matias - Editado por Paulo Octávio
Castelão vazio sem torcedores tricolores e alvinegros. Foto: Camila Lima/ Diário do Nordeste
A Federação Cearense de Futebol (FCF) pediu  para Casa Civil antecipar o retorno do campeonato estadual para o dia 6 de julho e não no dia 20 como previsto. Em meio a indecisão, os clubes realizam testagens para Covid-19 para retornarem os treinos e propõem novas formas de interações da torcida nas competições.

O pedido foi enviado para o grupo de trabalho da Casa Civil, responsável pela retomada do campeonato cearense, e seguirá para a decisão do Governador do estado, Camilo Santana. Caso aprovado, as partidas poderão voltar juntamente com a terceira fase de reabertura econômica da capital. A Federação vem realizando testes em clubes cearenses menores e na arbitragem. Exceto  Fortaleza e Ceará, que já realizam esses testes custeados pelas próprias equipes. “Entendemos que pode se antecipar, por isso fizemos o protocolo agora na segunda fase para que o governador entenda que (o futebol) possa começar na terceira fase. O estadual seria antecipado porque grande parte dos clubes que participa da Copa do Nordeste ainda não começaram a treinar” - declarou Mauro Carmélio, presidente da FCF.

O Campeonato Cearense foi interrompido faltando duas rodadas para a conclusão da segunda fase, atualmente o único classificado antecipadamente para a semifinal, é o Ferroviário, que está na  frente de Fortaleza, Ceará e Guarany. Alguns times da competição passam por crises financeiras que foram agravadas pela pandemia, o que pode dificultar ainda mais a atuação desses clubes na competição, como é o caso do Guarany de Sobral, que não voltou ainda aos treinos. O Tricolor, atual campeão, estava paralisado desde o dia 17 de março, e havia antecipado as férias do jogadores e da comissão técnica. O clube retomou seus treinos dia 2 de julho, após a testagem de todo o elenco e a desinfecção do centro de treinamento, seguindo as orientações do decreto lançado pelo Governo do Ceará, que permite os treinos presenciais para equipes que disputarão o campeonato cearense.
 
 
Fortaleza e Ceará disputam também a Série A do Brasileirão e a Copa do Brasil. Carmélio afirmou após uma reunião com os presidentes dos dois clubes, Marcelo Paz (Fortaleza) e Robison de Castro (Ceará), que pedirá que a sede da Copa do Nordeste seja no estado, porém tudo será decidido de acordo com a situação do estado em relação ao número de casos de Covid-19. Apesar da queda na média de mortes por dia em Fortaleza, algumas cidades do interior estão se tornando o novo epicentro da doença e isso preocupa o governo. Por conta disso, as partidas não poderão contar com a presença dos torcedores. Pensando nisso, o Leão e o Vovô planejaram novas formas de manter a torcida presente nos estádios.

O Alvinegro planeja transmitir as partidas drive-in, em que os torcedores acompanham juntos, porém dentro de seus carros, para manter o distanciamento social, além da transmissão das fotos dos torcedores transmitidos no telão da arena. Já o tricolor vai montar um mosaico 3D no setor bossa nova, de frente para a transmissão, em que cada torcedor poderá ter sua foto presente no mosaico. Essa iniciativa é uma forma de manter a tradição do clube, em que a torcida é conhecida por realizar mosaicos, que são verdadeiros espetáculos nos jogos, porém agora virtualmente.



Mosaico de LED feito pela torcida do Fortaleza. Foto: Camila Lima/ Diário do Nordeste

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »