22/01/2021 às 11h47min - Atualizada em 22/01/2021 às 10h36min

Os primeiros brasileiros a receber vacina Coronavac

Paulo Marques Pinto - Editado por Manoel Paulo
Com informações do site Tecmundo.
Governo do Estado de São Paulo
No domingo, 17 de janeiro, a população brasileira começou a ser vacinada contra a covid-19, a partir de um evento realizado no Hospital das Clínicas, em São Paulo, com a presença de autoridades da saúde e do governador de São Paulo, João Doria.

O evento ocorreu logo após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ter aprovado por unanimidade o uso emergencial da Coronavac, fruto da parceria entre a farmacêutica chinesa Sinovac e o Instituto Butantan. Entre os mais de cem profissionais de saúde contemplados com a primeira dose, eis os quatro primeiros.

A primeira e que foi foto de capa dos jornais do dia seguinte, Mônica Calazans, de 54 anos, moradora de Itaquera, trabalha como enfermeira na UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Apesar de pertencer ao grupo de risco por ter diabetes e hipertensão, ela atua na linha de frente do combate à pandemia.

Wilson Paes de Pádua, de 57 anos, enfermeiro no Hospital Vila Penteado na Zona Norte da capital paulista. Ele foi infectado com pela doença em junho de 2020 e durante toda pandemia perdeu vários colegas que morreram em decorrência da covid-19. O mesmo ocorreu com a médica geriatra Fabiana Fonseca, do hospital Padre Bento, em Guarulhos.

A primeira índigena a ser imunizada foi Vanuzia Santos. Ela mora na aldeia multiétnica Filhos Dessa Terra, em Guarulhos. Vanuzia é presidente do Conselho do Povo Kaimbé, técnica em enfermagem e assistente social, ajuda na orientação das comunidades para a imunização, pois as tribos indígenas são prioritárias para a aplicação da primeira dose da Coronavac.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »